..............................................................................................

;;;;;;Página Principal

;;;;;;Vereadores

;;;;;;Mesa Diretora

;;;;;;Atas e Decretos

;;;;;;Regimento Interno

;;;;;;Lei Orgânica

;;;;;;Gestão Fiscal

;;;;;;Fluxograma

;;;;;;Galeria de Fotos
;;;;;;Estatuto do Servidor
;;;;;;Portal da Transparência
;;;;;;Licitações e Contratos
;;;;;;Recursos Humanos
;;;;;;Fale Conosco

 

Ata da 16ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Piquerobi, realizada em 05 de Agosto de 2016. Aos cinco dias do mês de junho do ano de 2016, no Paço Municipal, na Sede do Poder Legislativo, no Plenário “Vereador Davi Prates Costa”, realizou-se a 16ª (décima sexta) Sessão Ordinária do ano de 2016 (dois mil e dezesseis). Sob a Presidência do vereador José Vergani Netto, secretariado pelos vereadores Ademir Raysaro e Jocimar Giacomeli, respectivamente primeiro e segundo secretários. Também estiveram presentes os vereadores, Gilberto Marcelino Bonini, Higor Gonçalves Ferreira, Joelma dos Santos, Manoel José Costa, Milton da Silva Nazário e Roberto Luchetta que assinaram o livro de presenças. Constatada a presença de quorum regimental, os trabalhos foram abertos pelo Senhor Presidente às vinte horas, determinando que se passasse imediatamente ao EXPEDIENTE INDEPENDENTE DE VOTACAO. Requerimentos nºs 07 e 08/2016; Indicação nº 09/2016 de autoria do vereador Higor Gonçalves Ferreira, que tome as providências no sentido de que todos os servidores municipais possuam crachás com seus respectivos nomes e cargos em cada departamento da administração municipal. Nada mais havendo neste expediente, o Senhor Presidente determinou que se passasse para o EXPEDIENTE DEPENDENTE DE_VOTACAO. Constando a Ata da 15ª sessão ordinária realizada no dia vinte e sete de junho passado. Consultando o plenário, foi dispensada a leitura da Ata. Em discussão e sem oradores, foi aprovada por unanimidade. Nada mais neste expediente o Senhor Presidente determinou que se passasse ao EXPEDIENTE ORDEM DO DIA.  Única discussão e votação do Requerimento nº 07/2016 de autoria do vereador Jocimar Giacomeli, que seja encaminhado a esta Casa de Leis, cópias de todas as portarias de contratação de pessoal realizada entre os dias 01/07/2016 a 04/08/2016, bem como cópia dos contratos temporários realizados neste mesmo período. Informe ainda, a que título a Srta. Isabella Brito está trabalhando na creche municipal, e ainda como se procedeu a substituição da Fisioterapeuta e Dentista, informando se a contratação se deu por pessoa física ou jurídica, encaminhando o respectivo instrumento de contratação  (Portaria ou Contrato). Encaminhe ainda, cópia de todos os contratos realizados com pessoa jurídica para eventual prestação de serviços, firmados entre 01 de julho de 2016 a 04 de agosto de 2016. Cópia do contrato firmado com o CIEE, para administração dos Estágios, bem como cópia do Edital e da ata de julgamento das propostas. Encaminhe ainda a relação constando o nome de todos os estagiários que estão atualmente (até 04/08/2016) na Prefeitura Municipal, constando ainda nesta informação o setor que eles estão lotados. Em discussão, sem oradores, foi aprovado por unanimidade.  Única discussão e votação do Requerimento n 08/2016 de autoria do vereador Jocimar Giacomeli, que seja encaminhado a Câmara Municipal a folha de pagamento do mês de junho e julho de 2016. Em discussão, sem oradores, foi aprovado por unanimidade. Após o Senhor Presidente franqueou a palavra aos senhores vereadores para EXPLICAÇÕES PESSOAIS. Fez uso da palavra o vereador Jocimar Giacomeli, cumprimentou os presentes e comunicou a todos que a convenção “Por amor à Piquerobi” foi realizada com muito sucesso, juntamente com os vereadores Ademir Raysaro, Gilberto Marcelino Bonini e Roberto Luchetta foram aprovados pré-candidatos a vereadores e demais candidatos, e José Adivaldo Moreno Giacomelli a Prefeito Municipal. Em relação ao novo conjunto habitacional, disse que houve vários comentários que, inclusive ouviu uma gravação da administração atual, que o Ex-Prefeito havia tido algumas pendências com a nova creche, acusações as quais não são verdadeiras, frisou. Após, disse que o Sr Prefeito deveria então, explicar a todos, que pegou R$90.000,00 (noventa mil reais) desta Casa de Leis para a construção de um muro de 20m (vinte metros) na referida creche. Sobre a construção do centro de saúde do assentamento, que o Sr. Prefeito havia falado, já se passaram (04) anos, e, onde está a verba da referida construção que ainda não foi efetuada, indagou. Por isso, explanou, “quem tem telhado de vidro, não jogue pedras”, e que não teme a ninguém por suas falas, enfatizou. Em seguida, disse que os funcionários não tiveram nem a inflação, nem sequer aumento salarial, e questionou sobre o pagamento de um show realizado no final de ano em nossa cidade, para o qual foi pago pela prefeitura municipal, o triplo em relação à cidade de Indiana que teve de arcar com um valor de R$7.000,00 (sete mil reais) para o mesmo show, e, por isso, que a administração não tem dinheiro para conceder aumento ao funcionalismo público, explicou. Ainda, lembrou que a administração municipal, já deveria ter efetuado o pagamento de todos os funcionários, é lamentável, concluiu. Depois, comentou sobre perseguição política, disse que voto não se conquista intimando as pessoas, pois já ouviu reclamações de vários funcionários. É uma vergonha, ressaltou. Finalizando, disse que teve conhecimento de outra gravação, na qual o Sr. Prefeito mencionou na inauguração do conjunto habitacional, que teria um grupo querendo caçá-lo, portando, esclareceu que, se alguém quisesse sua função, teria de ser  seu Vice ou então o Sr. Presidente, e não os demais. Após fez uso da palavra a vereadora Joelma dos Santos, cumprimentou os presentes einiciou dizendo que também realizaram uma convenção, e que a população já tem ciência do seu posicionamento, ainda, disse que ambos os vices escolhidos, são pessoas muito boas e, também, já estão dispostos os pré-candidatos a Prefeito para a população decidir o melhor. Em seguida, disse que toda essa circunstância o serviu de lição, pois política não combina com amor, e certos assuntos o faz ouvir e rir, e perseguição já foi notada em todos os mandatos e nunca mudou, porém, deve ser mudado independente do próximo Prefeito Eleito, destacou. Finalizando, desejou as condolências aos familiares das Sras. Maria Geni de Oliveira e Maria dos Santos Ramos. Após fez uso da palavra o vereador Gilberto Marcelino Bonini, cumprimentou os presentes e agradeceu a Deus pelo retorno do recesso e como pré-candidato a vereador, disse que se sente muito honrado. Em seguida, disse que o uso do microfone, muitas vezes empolga o emissor, por isso, lembrou da fala do Sr. Prefeito Municipal na inauguração do conjunto habitacional, onde o mesmo fez uso da palavra com criticas incabíveis e também citou seu nome, dando continuidade, esclareceu que tudo o que disse e fez em relação ao Projeto de Lei voltado ao conjunto Habitacional, foi em beneficio dos moradores que passarão a ocupar aquelas moradias. Após, esclareceu que o Sr. Prefeito não irá conceder casas sem custos a ninguém, todas elas serão muito bem pagas por cada morador. Depois, questionou onde estão as 05 (cinco) casas a mais, que o Sr. Prefeito solicitou na alteração do referido Projeto, ainda, disse que o Sr. Prefeito citou que os vereadores estavam segurando o Projeto. Por essa razão, elucidou que todo Projeto tem um prazo de 45 (quarenta e cinco) dias para ser votado, e, se o mesmo não sabe, já que fez parte do Poder Legislativo quando vereador, um Projeto deve ser muito bem analisado e discutido, visto que cabe a todos os vereadores responsabilidade, compromisso e conhecimento, destacou. Também, havia mencionado que, “pobre deve ter casa, dignidade, espaço reservado e não precisa de carro”. Por isso, explicou que todos os pobres são dignos a terem carros, uma vida digna como todos os seres humanos. Então, quando se faz uso da palavra, o emissor deve ter ciência do que irá expressar ao público, salientou. Parabenizou a convenção e a coligação “Por amor a Piquerobi” pelo sucesso em que foi realizada, juntamente com os pré-candidatos a vereadores, Prefeito e Vice, parabenizou toda a população pela grande participação que ficou na história de Piquerobi, pois já havia participado de várias convenções, porém, nenhuma foi realizada com tanta emoção como esta, onde um grande público se fez presente pela democracia. Após fez uso da palavra o vereador Higor Gonçalves Ferreira, cumprimentou os presentes e explanou que ocorreu na Câmara Municipal a coligação dos partidos (DEM) Democratas, (PT) Partido Trabalhista e (PMDB) Partido do Movimento Democrático Brasileiro, na qual a vereadora Joelma dos Santos citou que sua vida particular não cabia a ninguém analisar ao votar. Dando continuidade, o nobre vereador disse aos eleitores que todos devem analisar seus candidatos com cuidado sim, observar em quem vão votar, pois cabe a cada candidato responder pelas suas conseqüências, ainda, lembrou que não mencionou isso no dia da convenção, por respeito ao público que estava presente, pois não quis atrapalhar e nem ofender ninguém, esclareceu. Após, comentou sobre perseguição política, disse que não tem conhecimento se o Sr. Prefeito está pressionando as pessoas, porém, o funcionalismo vem o desrespeitando muito, a quem deixou ainda muitos funcionários da oposição em seus cargos até hoje, e que em sua posição, faria o mesmo em cobrá-los mesmo que cada pessoa tem seu direito de escolha,  frisou. Finalizando, parabenizou o Sr. Prefeito Municipal pelas ruas recapeadas, pela conquista das 80 (oitenta) casas populares do conjunto habitacional, e todos os responsáveis, em especial o Governador do Estado de São Paulo e o Secretário da Habitação. Novamente fez uso da palavra a vereadora Joelma dos Santos, que direcionou sua fala ao nobre vereador Higor Gonçalves Ferreira, esclareceu que sua vida particular cabe somente a ela, mas como o vereador havia citado seu nome anteriormente, explicou que o mesmo é muito inocente, pois falou que não comentou sobre o assunto no dia da convenção devido a quantidade de pessoas que estavam no local. Dando continuidade, disse que não importa o número de pessoas presentes, pois se encontravam em uma Casa de Leis e são vereadores, já que, na presença de uma multidão ou duas pessoas em um mesmo ambiente, todos devem arcar diante de qualquer pronúncia. Ainda, disse que o problema de ambos, é difícil e pessoal, e, nesta Casa de Leis, não é o momento e nem o lugar para discutirem, mas no momento propicio que quiser tratar sobre o assunto, será mais conveniente, o informou. Novamente, mencionou que o mesmo estava sendo inocente, pois estava pensando que sairia por cima, mas a oposição irá adorar, não só o circo que houve neste local, como também suas palavras que foram ditas, frisou. O conscientizou para que não se preocupe mais, pois não é, e nem será mais um problema em sua vida pessoal, particular, e muito menos em sua família, explicou. Depois, disse que nos dias anteriores da coligação, o nobre vereador estava procurando problemas para não se coligar com ela, e, aproveitando a oportunidade, explicou que não está pensando em tirar votos do qual deve se preocupar com outras coisas. Ainda, esclareceu que, quanto mais mexe, mais problemas o mesmo irá encontrar, e que da sua vida pessoal cuidará, embora, Piquerobi é um livro aberto. Novamente, deixou claro que, resolverão lá fora quando o vereador quiser conversar, pois o respeita, mas até onde o mesmo a respeitar, ressaltou. Também, disse para não intimidá-la, pois cabeça boa o vereador tem, e se foi homem para referir-se ao assunto, terá que ser homem para falar lá fora também, porque, “mexeu com a Joelma, mexeu com meu pessoal, com meu particular, com minha vida pública, seja ela qual for lá fora também, será da mesma intensidade”, destacou. Finalizando, disse ao vereador e toda coligação que, o melhor é que todos fiquem em paz, e caso o mesmo não queira, então prossiga. Finalizando este expediente fez uso da palavra o Senhor Presidente, cumprimentou os presentes e desejou boas vindas a todos os vereadores pós-recesso. Depois, parabenizou todas as democracias, as convenções que foram realizadas, e, deixou claro que a população saiba escolher em quem votar, assim como, prefeito e vereador, com todo o respeito, salientou. Por fim, agradeceu a presença de todos e declarou encerrada a sessão e para constar, eu, Anelise Portel Soares, Assessora Parlamentar, lavrei a presente ATA, que depois de lida e aprovada será assinada.  

                                                                            

                                       

 

______________________________________
Presidente

_______________________________________
1º Secretário

_______________________________________
2° Secretário

   

Atendimento e Serviço de Informação ao Cidadão (SIC), na Secretária da Câmara Municipal
das 08:30 hrs às 12:00 hrs e das 13:30 hrs às 17:00 hrs
Telefone (18) 3276-1057 - Email campiquerobi@commtat.com.br // contablidade@cmpiquerobi.sp.gov.br
Endereço Rua José Bonifácio nº 060 - Centro CEP: 19410-000

Copyright © 2005-2008 - Câmara Municipal de Piquerobi. Todos os direitos reservados.
Este site é melhor visualizado com resolução de 1024x768.